Sábado, 19 de Junho de 2021 04:41
27992035090
Política COLUNA JK

Álcool no ônibus “incendeia” sessão

Que o transporte coletivo é um potencial local de contaminação do novo coronavírus ninguém tem dúvida

08/05/2021 15h59 Atualizada há 1 mês
74
Por: Redação Agora ES
Deputado José Esmeraldo (sem partido) / Foto: Ales
Deputado José Esmeraldo (sem partido) / Foto: Ales

Por Gleberson Nascimento

Que o transporte coletivo é um potencial local de contaminação do novo coronavírus ninguém tem dúvida. Então, por que não obrigar as empresas responsáveis a instalar, manter e abastecer dispenser de álcool 70% em gel nos ônibus que realizam o transporte de passageiros?

Essa é a proposta dos deputados estaduais Luiz Durão (PDT), Dr. Rafael Favatto e Capitão Assumção, ambos do Patri, que tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa. Mas, apesar de parecer uma ideia óbvia, a proposta recebeu parecer oral da Comissão de Justiça pela inconstitucionalidade.

“Entendemos que a matéria é de iniciativa exclusiva do Executivo”, relatou o deputado Gandini (Cidadania), que foi retrucado por Sergio Majeski: “Se todo o comércio é obrigado a ter vários recipientes com álcool, nada mais justo que o transporte coletivo, lotado, também tenha.”

Para Durão, “a lei vai salvar vidas. Os ônibus estão lotados. Hoje, um contamina todos”. Já Favatto destaca que haverá redução das internações. Emílio Mameri (PSDB) lembrou que os terminais já são abastecidos com álcool em gel. José Esmeraldo (sem partido), que é engenheiro, foi além: “Quem garante que não vai ter alguém que vai usar disso para colocar fogo no ônibus?”

Com o impasse, a proposta foi baixada de pauta para estudar adequações. Enquanto isso, as mortes por Covid-19 só crescem. 

Teste de fogo 

O presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso, tem dado sinais de que o seu partido, o Republicanos, vai estar em lado oposto ao projeto de reeleição do governador Renato Casagrande (PSB), em 2022. O tamanho de Erick no pleito depende do Supremo Tribunal Federal (STF), que julga no próximo dia 14 a ação do Pros que pede o fim das reeleições ilimitadas e a destituição da atual Mesa Diretora do Legislativo. Vem mudança por aí?

Água e óleo

Presidente do Legislativo estadual, Erick Musso (Republicanos) cobrou diálogo do Tribunal de Justiça para resolver o problema do fechamento de 27 comarcas no Estado. A medida anunciada pela Corte, que está sendo julgada no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), é alvo de críticas de prefeitos e até de deputados da base aliada. Mas a Procuradoria Geral do Estado representou o TJ e defendeu a integração das comarcas no CNJ.

Raposa no galinheiro?

Causou surpresa no meio político a nomeação de Amarildo Lovato para a Diretoria de Projetos Especiais da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes). Isso porque o secretário-geral do PSL e candidato derrotado à Prefeitura de Vila Velha é um defensor ferrenho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que por sua vez é adversário e crítico do atual governo.

Elevador lotado

Com as possíveis mudanças nas regras eleitorais – fim das coligações e manutenção da cláusula de desempenho –, o PSB, do governador Renato Casagrande, poderá ganhar novos nomes em breve, de olho na eleição de 2022. Estão em conversa com o ninho socialista: Janete de Sá (PMN), Doutor Hércules (MDB) e José Esmeraldo (sem partido). O partido já tem três deputados estaduais: Bruno Lamas, Sergio Majeski e Freitas.

Rapidinhas

Senadora Rose de Freitas (MDB) / Foto: Divulgação

Prioridade - Mulheres vítimas de violência doméstica e familiar poderão ter prioridade nos programas sociais de acesso à moradia, como o Minha Casa, Minha Vida. É que a proposta foi aprovada pelo Senado com emenda da senadora Rose de Freitas (MDB). A senadora incluiu no texto que “a mulher responsável financeiramente pela unidade familiar terá prioridade na contratação do financiamento”. A proposta segue para análise da Câmara dos Deputados.

Meia-entrada - A Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa aprovou o projeto que amplia a meia-entrada para doadoras de leite materno. A proposta altera a lei que já garante o benefício aos capixabas que doam sangue. A cobrança de metade do valor do ingresso é para entrada em espaços de cultura, esporte e lazer. A proposta, que é do ex-deputado estadual Delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos), aguarda parecer das comissões de Saúde e de Finanças.

CONFIRA A EDIÇÃO DIGITAL DO JORNAL AGORA ES

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
JK (Juscelino Kubitschek)
Sobre JK (Juscelino Kubitschek)
Gleberson Nascimento é jornalista e asssessor de imprensa, com experiência na área de política. Confira os bastidores da política capixaba em Brasília e no Espírito Santo.
Vitória - ES
Atualizado às 03h14 - Fonte: Climatempo
18°
Muitas nuvens

Mín. 20° Máx. 25°

18° Sensação
18.1 km/h Vento
94% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Segunda (21/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens