Terça, 11 de Maio de 2021 02:02
27992035090
Mundo CÚPULA

Veja o que os líderes disseram na abertura da cúpula do Clima

Evento organizado pelos EUA reúne representante de 40 países para traçar medidas para combater a mudança climática

22/04/2021 17h50 Atualizada há 3 semanas
21
Por: Redação Agora ES Fonte: R7
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Cúpula do clima realizada pelos EUA, nesta quinta-feira (22), reúne 40 líderes mundiais para discutir medidas e trançar metas que podem controlar a emissão de carbono na atmosfera e combater a mudança climática

A vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, fez o discurso de abertura  e destacou a importância de que as nações trabalhem juntas para alcançar as metas para proteção do meio ambiente.


"Compatilhamos uma preocupação mútua com as mudanças climáticas", disse Kamala

Joe Biden falou na sequência e anunciou o compromisso dos EUA de cortar em 50% as emissões de poluentes do país até 2030 e zerar até 2050.


"Precisamos agir, todos nós, e essa cúpula é o primeiro passo nesse caminho que vamos percorrer juntos até Glasgow [sede da COP26]", disse Biden, acrescentando que "nenhuma nação pode resolver essa crise sozinha".

Antes de iniciar a fala dos líderes mundiais, o secretário de Estado doso EUA,  Antony Blinken, fez a sua fala e ressaltou as consequência da mudança climática, como o surgimento de novas doença, o aumento da migração pelo mundo e o surgimento de novos conflitos

António Guterres, Secretário-Geral das Organização das Nações Unidas, falou sobre a importância de uma agenda global para alcançar a emissão zero de carbono e pediu medidas mais rígidas de mitigação da poluição


"Estamos a beira do abismo", afirmou Guterres

O líder da China, Xi Jinping, fez um discurso relacionando o meio ambiente com a economia e disse que cada país deve agir dentro das suas possibilidades e que os países ricos devem ajudar os demais países para que ocorra a transição para uma economia mais verde. A China pretende alcançar metas de redução de carbono antes de 2030 e zerar a emissão até 2060.


"Proteger o meio ambiente é proteger a produtividade", disse Xi Jiping

Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia, começou o discurso citando a pandemia global de covid-19 e fez uma relação da doença com a mudança climática e destacou a necessidade de um comprometimento de todos para combater a crise climática

Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse que o país tem o compromisso de implementar os acordos climáticos e que já trabalha que leis mais modernas para controlar a emissão de carbono e chamou a atenção para as emissões de gás metano.


"A economia tem que ser verde e sustentável"

Angela Merkel, chanceler alemã, falou sobre a importância do nova posição dos EUA diante dos temas ambientais. Merkel disse que a Alemanha já trabalha para reduzir a emissão dos poluentes e que a União Europeia pretende transformar em lei as metas decididas em acordos internacionais 

O presidente francês, Emmanuel Macron, pediu para que a mobilização global tenha resultados mais rápidos e pediu para que os acordos abordem também a redução da emissão de metano


"Estamos progredindo, mas precisa ser mais rápido", disse Macron.

Ursula von der leyen, presidente da comissão da União Europeia, disse que o bloco pretende ser líder no combate a mudança climática, mas que todas os países precisam agir de maneira conjunta para alcançar a meta de emissão zero em 2050.


"A luta contra a mudança climática será o motor para a recuperação da economia global", disse Ursula von der leyen, presidente da comissão da União Europeia

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.