Quinta, 22 de Abril de 2021 20:22
27992035090
Brasil COVID-19

Igrejas em SP celebram Páscoa após decisão do ministro do STF Kassio Nunes

Igrejas católicas e evangélicas celebraram a Páscoa neste domingo (04) em São Paulo

04/04/2021 15h31
6
Por: Redação Agora ES Fonte: FOLHAPRESS

VICTORIA DAMASCENO - SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Igrejas católicas e evangélicas celebraram a Páscoa neste domingo (04) em São Paulo, após a autorização do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Kassio Nunes, que decidiu pela liberação de missas, cultos e outras celebrações religiosas no país, mesmo em meio ao alto número de casos e mortes em decorrência da Covid-19 no país.

A decisão foi publicada na noite de sábado (3), após Anajure (Associação Nacional de Juristas Evangélicos) entrar com uma ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental da Corte) alegando que a suspensão de cultos e missas viola um direito fundamental de liberdade religiosa e o princípio de laicidade do estado.

A medida estabelece que as igrejas operem com até 25% de sua capacidade, cumpram regras de distanciamento social, e que o espaço seja arejado (com janelas e portas abertas sempre que possível). Também é obrigatório o uso de máscaras de proteção, a disponibilização de álcool em gel e aferir a temperatura do público na entrada.

Em São Paulo, instituições evangélicas com grande número de membros como o Templo de Salomão, da Universal, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo e a Deus é Amor celebraram cultos nesta manhã. A reportagem não teve acesso aos prédios para verificar se cumpriam as determinações.

No Centro Histórico de São Paulo, igrejas católicas realizaram missas com cerca de 20 pessoas. Na Igreja de Ordem Terceira do Carmo, as regras de distanciamento social não foram respeitadas. Fiéis se aglomeraram em frente ao púlpito enquanto aguardavam o início da celebração.

Já na no Matriz Paroquial São Francisco de Assis, no Largo São Francisco, a missa foi escondida. Quando a reportagem chegou ao local, seguranças informaram que o padre deixava "algumas pessoas entrarem" e era preciso ir pelas laterais. Durante a celebração, o distanciamento social foi respeitado, mas para manter o local encoberto, as portas principais foram fechadas, impedindo a ventilação.

A Catedral da Sé estava aberta para visitação, porém não houve celebrações. Ao menos três igrejas católicas da região estavam fechadas.

Às 11h, uma das maiores igrejas evangélicas do centro, a Igreja Internacional da Graça de Deus, localizada na Av. São João, celebrava seu terceiro culto. As regras de distanciamento social eram respeitadas, mas as portas permaneceram fechadas.

A recepção tinha ao menos uma dezena de diáconos distribuindo meio biscoito de água e sal dentro de um pequeno saco plástico, para que os fiéis pudessem comer juntos durante o culto, simbolizando a ceia. A ação é contrária às recomendações de saúde de segurança sanitária.

Todas as igrejas ofereciam álcool em gel e mediam a temperatura no pulso, mesmo que o indicado seja a aferição na testa. A obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção foi cumprido em todas as igrejas.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.