Quinta, 22 de Abril de 2021 19:42
27992035090
Regiões FEIRA AGRÍCOLA

Principal feira pecuária do país, Expozebu desiste de receber público devido ao avanço da Covid-19

Agora, a feira será somente virtual

03/04/2021 17h54
17
Por: Redação Agora ES Fonte: FOLHAPRESS
Foto: Reprodução Facebook / @zebuabcz
Foto: Reprodução Facebook / @zebuabcz

MARCELO TOLEDO - RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS)

O avanço da pandemia da Covid-19 em todo o país fez com que a ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) desistisse de tentar realizar a Expozebu deste ano em formato híbrido, com presença restrita de público e ações digitais. Agora, a feira será somente virtual.

A decisão, que fará com que o principal evento da pecuária nacional não seja realizado presencialmente pelo segundo ano seguido, foi tomada em conjunto com a Prefeitura de Uberaba, cidade que registrou até sexta-feira (2) 541 óbitos provocados pela Covid-19, além de 19.467 casos da doença, para uma população de 337 mil habitantes.

De seus 103 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes diagnosticados com a doença, 95 estão ocupados, o que representa 92% do total.

"Infelizmente nós tivemos de cancelar a Expozebu semipresencial e passá-la para totalmente virtual. Nós já vínhamos desde outubro do ano passado nos preparando para essa Expozebu ser presencial, a expectativa era das melhores possíveis", afirmou Rivaldo Machado Borges Junior, presidente da ABCZ.

Num comunicado sobre a mudança no formato, a associação cita como motivos a nova variante da Covid, a multiplicação dos casos, a superlotação dos hospitais, o agravamento da pandemia e a "limitação aos nossos sonhos e projetos". A edição virtual acontecerá entre 29 de abril e 9 de maio.

De acordo com ele, o surgimento da nova cepa e sua consequente proliferação foi determinante para o cancelamento da feira em Uberaba, no Triângulo Mineiro.

"Cepa que assolou o Brasil todo, trazendo um desconforto muito grande para nós da diretoria. Chegamos à conclusão de que teríamos de novamente cancelar a Expozebu presencial. Não foi fácil, muito difícil pela segunda vez ter de tomar essa atitude. Mas mais importante que a Expozebu é a vida humana."

O formato virtual, de acordo com ele, "veio para ficar de qualquer forma". Ele citou como exemplo a Expogenética, realizada em agosto do ano passado, que norteou aprimoramentos previstos para a Expozebu deste ano.

A feira pecuária já não foi realizada em 2020 devido à pandemia. Ela chegou a ser lançada em março do ano passado e tinha o objetivo de reunir 300 mil pessoas no Parque Fernando Costa e gerar R$ 250 milhões em faturamento, conforme a ABCZ, mas foi cancelada em abril do ano passado.

Por isso, a intenção da ABCZ agora era realizar um evento ao menos em partes presencial, com limitação de público, em sua 86ª edição. No máximo, 1.300 pessoas poderiam circular diariamente no recinto.

O parque tem uma área de 180 mil metros quadrados e, segundo Borges Junior, seria possível colocar até 5.200 pessoas com distanciamento no local. O controle sanitário incluiria a apresentações de testes negativos para Covid-19 e cuidados com desinfecção e higienização.

O anúncio do cancelamento da Expozebu presencial segue decisões que já foram tomadas em outros importantes eventos do agronegócio nacional.

Com a pandemia, feiras e exposições agropecuárias que movimentam bilhões em negócios foram afetadas em todo o país. Em alguns lugares elas foram canceladas, enquanto em outros sofreram adiamento, à espera de que a pandemia arrefeça e seja possível uma feira com público no segundo semestre, por exemplo.

Em alguns casos, o evento deixará de ser realizado pelo segundo ano consecutivo, já que a pandemia começou a inviabilizar aglomerações ainda nos primeiros meses do ano passado.

Mais de uma dezena de feiras já decidiram por mudanças em seu cronograma. Juntas, elas movimentaram em suas últimas edições mais de R$ 12 bilhões em negócios.

Entre as feiras canceladas neste ano estão a Tecnoshow Comigo, em Rio Verde (GO), a Norte Show, em Sinop (MT), a Bahia Farm Show, em Luís Eduardo Magalhães (BA) e a Expodireto, em Não-Me-Toque (RS).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.